domingo, 21 de abril de 2013

ATPC - 22/04/2013

       Em tempos de premiação por mérito, é importante conhecermos a filosofia seguida por nossa Secretaria de Educação. Pensando nisso, escolhemos esse texto sobre avaliação de Cipriano Carlos Luckesi.
       Acesse o link abaixo e responda às questões propostas nos comentários abaixo.

         
          Questões propostas para a reflexão:

1. Qual a principal diferença entre verificação e avaliação escolar?

2. Qual a melhor maneira de se trabalhar com os resultados de uma avaliação escolar?

3. Para você, qual o verdadeiro papel da avaliação escolar?

Bons estudos!!

PARA RELAXAR...







10 comentários:

  1. Ótima idéia espero que aconteça com êxito!

    ResponderExcluir
  2. 1)A avaliação é classificatória, a verificação é observar o conhecimento dos alunos.

    ResponderExcluir
  3. A avaliação deve ser efetuada de forma contínua.

    ResponderExcluir
  4. O ato de verificar é pontual, não inclui processo, geralmente tem hora e data marcada no calendário, consiste basicamente em um processo seletivo e classificatório onde a aprendizagem do aluno é submetida a testes e provas que verificam se o aluno “gravou” ou não tudo aquilo que o professor expôs em aula.
    Muito diferente do que acontece na verificação, a avaliação escolar, por sua vez, consiste em analisar o processo progressivo e formativo da aprendizagem do aluno, tendo como objetivo perceber tudo aquilo que o aluno aprendeu ou deixou de aprender.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A maioria das escolas promove exames, que não são uma prática de avaliação. O ato de examinar é classificatório e seletivo. A avaliação, ao contrário, diagnóstica e inclusiva. Hoje aplicamos instrumentos de qualidade duvidosa: corrigimos provas e contamos os pontos para concluir se o aluno será aprovado ou reprovado. O processo foi concebido para que alguns estudantes sejam incluídos e outros, excluídos. Do ponto de vista político-pedagógico, é uma tradição antidemocrática e autoritária, porque centrada na pessoa do professor e no sistema de ensino, não em quem aprende.

      Excluir
  5. A avaliação não pode ser vista como uma ação pontual e determinada que ocorra somente quando um aluno faz um teste, mas sim como algo que progressivo e complexo que não possua uma data ou hora para acontecer. Avaliar, em poucas palavras, seria identificar quais reforços são necessários para que o educando recupere o que não aprendeu em determinado período, procurando gerar a autonomia do aluno em construir ou buscar o próprio conhecimento, jamais podendo implicar em um simples processo classificatório de aprovação ou reprovação, mas sim um processo de busca de resultados.

    ResponderExcluir
  6. A avaliação subsidia decisões a respeito da aprendizagem dos educandos, tendo em vista garantir a qualidade do resultado a ser construído. com os seguintes procedimentos para aferição do aproveitamento escolar: medida do aproveitamento escolar, transformação da medida em nota ou conceito, e utilização dos resultados identificados.Provas e exames, são apenas instrumentos de classificação e seleção, que não contribuem para a qualidade do aprendizado nem para o acesso de todos ao sistema de ensino. Se os registros tiverem por objetivo observar o processo de aprendizagem de cada aluno e sua conseqüente reorientação, eles subsidiam uma avaliação formativa. Mas não se esses registros representarem apenas classificações sucessivas do estudante. Portanto, segundo essa concepção, não há avaliação se ela não trouxer um diagnóstico que contribua para melhorar a aprendizagem

    ResponderExcluir
  7. A avaliação é para ver se o aluno está tendo um resultado positivo na aprendizagem e também para que o professor identifique aonde está a dificuldade de cada aluno, para poder recuperar o que não aprendeu.

    ResponderExcluir
  8. 1) Avaliação escolar é pontuar, tem data e hora marcada, é classificatória e verifica se o aluno "gravou" o que foi dado em sala de aula. Verificação vai então verificar o progresso do aluno.
    2) Avaliação deve orientar a aprendizagem e fazer o aluno crescer e verificar o erro e trabalhando esse erro . Avaliação é um momento de aprendizagem e não de punição.
    3) Avaliação é orientar o aluno a tomar consciência de seus erros e aprender com os seus erros.

    ResponderExcluir